fbpx
Veja dicas para aumentar as vendas no varejo

11 dicas para aumentar as vendas no varejo

Não há dúvidas de que o consumidor está mais exigente. A quantidade de informações recebidas influencia no aumento da expectativa e atenção a detalhes dos produtos ou serviços que consome. Por isso, é essencial buscar soluções para fidelizá-los e aumentar as vendas no varejo.

Essa é uma ótima chance para buscar mais competitividade, se diferenciar no mercado e criar oportunidades diante das dificuldades. Você pode oferecer o que seu público espera, mantendo resultados positivos, inclusive em tempos de crise.

Que tal conferir 11 dicas para aumentar as vendas no varejo? Continue a leitura e descubra como colocar cada ação em prática!

11 dicas para impulsionar as vendas no varejo

1. Monitore o mercado de maneira completa

É imprescindível acompanhar as informações do mercado, principalmente as que podem engajar seu público. Isso significa:

  • projetar cenários;
  • monitorar as notícias;
  • acompanhar a concorrência.

Esse cuidado é fundamental para auxiliar a tomada de decisão, conseguir mais efetividade nas ações e planejar as melhores maneiras de aumentar as vendas no varejo.

2. Invista em marketing digital

Ampliar as conversões e reduzir os custos devem andar lado a lado. Tanto em cenários de crise quanto em tempos de tranquilidade, é preciso criar estratégias para melhorar os resultados sem impactar a saúde financeira do negócio. Pensando nisso, uma boa alternativa é investir em marketing digital.

Com essa tática, você pode manter uma comunicação próxima do público e economizar, pois, as estratégias de marketing digital custam menos que a publicidade tradicional, oferecendo retorno positivo.

Para aproveitar todo o potencial dessa tática, o recomendado é elaborar um planejamento completo das ações de marketing para determinado período.

3. Priorize o atendimento

A experiência do cliente é primordial para aumentar as vendas, isso diferenciará seu negócio considerando que os clientes valorizam o atendimento personalizado e humanizado.

É importante treinar o time para que o consumidor tenha suas necessidades consideradas e atendidas. Vale investir em uma abordagem consultiva e empática, colocando o cliente no centro da experiência para que a jornada de compra seja favorável.

4. Considere usar o e-commerce

As vendas virtuais aumentam o alcance de público e diminuem os custos operacionais para consolidar uma venda. Em momentos de crise, isso faz a diferença nos resultados. Além de ser um diferencial competitivo em relação aos concorrentes que não tomaram essa iniciativa.

O ideal é estruturar uma atuação de e-commerce integrada à experiência física. As necessidades do cliente podem ser atendidas de maneira mais eficaz e ágil quando há versatilidade no momento de compra.

Algumas possibilidades no e-commerce são as vendas pelo WhatsApp, redes sociais ou delivery.

5. Reforce o valor do produto ou serviço

Uma das soluções mais comuns nas vendas em varejo é efetuar promoções ou baixas no preço, mas essa pode não ser a melhor alternativa. Foque em reforçar o valor agregado do produto ou serviço oferecido.

A proposta é demonstrar os diferenciais da oferta e como ela pode ajudar. Com uma comunicação eficiente, há mais chances de convencer o público. Não apenas no momento da compra, isso pode facilitar a fidelização dos clientes, favorecendo que eles comprem novamente.

6. Aumente a perspectiva do custo-benefício

Inclusive, é interessante atuar para ampliar o custo-benefício ligado à compra. Assim, as pessoas sentem que recebem mais pelo mesmo valor, o que permite aumentar as vendas no varejo.

Uma forma de fazer isso é ao criar uma estratégia de cashback. Nessa tática, parte dos valores gastos retorna em formato de descontos ao cliente, permitindo a fidelização do consumidor e satisfação com a experiência de compra com a marca.

7. Fidelize os clientes

Como já citamos algumas vezes no artigo, a fidelização de clientes é importante para garantir que aquele consumidor volte e compre novamente, em vez de focar apenas em obter consumidores novos. Além de aumentar as vendas, o custo de aquisição diminui.

Com um programa de cashback e outros recursos de fidelidade, as pessoas se interessam em realizar novas compras. E, é fundamental caprichar no atendimento e fortalecer o relacionamento. Quanto mais próximo e efetivo for o contato, maiores são as chances de retenção do consumidor.

8. Utilize um CRM

Por falar em fidelização e relacionamento, a tecnologia pode auxiliar. Nesse sentido, o melhor é implementar o uso de um CRM em sua estratégia de gestão de clientes, com foco na recorrência das compras.

O sistema registrará informações relevantes sobre o público, permitirá a segmentação e ajudará a aumentar as vendas no varejo. Com o IZ Loyalty, por exemplo, é possível identificar clientes pelo CPF e registrar informações relevantes sobre o histórico de compra. E, ao conhecer o comportamento do consumidor, há como favorecer a fidelização e o relacionamento.

9. Defina metas

Outro passo importante para aumentar as vendas no varejo é definir metas. No entanto, não basta se basear apenas no que você espera para determinar esses números.

É de suma importância avaliar uma série de variáveis para criar metas que sejam alcançáveis. Do contrário, nem mesmo a equipe de vendas se manterá motivada para conquistar os objetivos propostos.

Avalie a época do ano, oferta e demanda do mercado, pesquise sobre a concorrência e estude a fundo o que seus produtos ou serviços podem oferecer. A partir disso, ficará mais fácil enxergar as metas que deverão ser batidas em um futuro próximo.

10. Desenvolva um plano de ação efetivo

Lembre-se de desenvolver um plano de ação que seja efetivo. Se o seu cliente decidiu procurar por sua empresa, você já tem essa vantagem perante a concorrência. Entretanto, isso não é suficiente para que você garanta a venda.

É fundamental que você tenha um plano que foque em:

  • definir um preço interessante;
  • procurar ajuda do canal mais favorável;
  • oferecer o serviço adequado para o cliente certo.

Ter a resposta para cada um desses itens é o primeiro passo para você saber o que fazer.

Para completar, vale a pena ouvir seu cliente, colher feedbacks e realizar pesquisas. Assim, você ouve o que o consumidor tem a dizer e sabe como modelar seu plano de modo a atender às necessidades do público de maneira satisfatória.

11. Aposte na tecnologia

Vá além das opções tradicionais para aumentar as vendas e considere o uso de softwares completos e integrados, que facilitam a análise dos dados e tomada de decisões acertadas.

Investir em plataformas para organizar pedidos, estoque e documentação é uma maneira de deixar informações mais organizadas, agilizar entregas e poupar tempo.

Essas são as principais dicas para aumentar as vendas no varejo. Para ter sucesso, é preciso dedicação e planejamento.

Aproveite que você já sabe por onde começar e trace suas estratégias para desenvolver mais competitividade, fidelizar clientes e impulsionar suas vendas.

Quer saber como a tecnologia pode ajudar seu varejo a vender mais? Conheça as soluções da IZIO e confira como podemos auxiliar no crescimento do seu negócio!

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper

1 Comment

  1. […] está dando certo. É preciso que você avalie se foi a iniciativa a responsável pelo aumento das vendas ou se foi alguma outra ação, como baixar o preço ou melhorar a qualidade de seus produtos e do […]

Comments are closed.

Scroll to top
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Close Bitnami banner
Bitnami