fbpx
Data lake: na imagem, notebook com conceito de computação em nuvem e armazenamento de dados

Conheça o Data Lake e saiba como ele revoluciona o varejo

As transformações digitais revolucionaram os negócios, inclusive no varejo. É importante se atualizar para se manter competitivo e sobreviver no mercado atual. E, para ficar atualizado, é importante dispor de uma arquitetura de TI que trabalhe com dados de fontes diferentes, sejam ou não-estruturadas, e formatos diversos (planilhas, imagens, textos, bancos de dados). 

É sobre esse assunto que vamos tratar neste post. O varejo precisa migrar para as novas tecnologias e acompanhar as tendências. O Data Lake é um conceito valioso nesse contexto. Saiba mais sobre ele ao longo do artigo!

O que é Data Lake?

Podemos definir Data Lake como uma maneira nova de estruturar e usar as informações. Não é uma evolução do Data Warehouse, mas uma nova forma de enxergar e trabalhar com os dados. No Warehouse convencional, precisávamos armazenar informações em um formato predeterminado. 

O Data Lake funciona de maneira diversa. Ele apresenta vantagens em relação ao Data Warehouse. É mais flexível para lidar com as mudanças do mercado. O nome significa “Lago de Dados” e o objetivo dessa tecnologia é armazenar a maior quantidade possível de dados sem a necessidade de muito esforço. 

O Data Lake no varejo permite a criação de um repositório centralizado, em que podem ser armazenados os dados de uma empresa, ainda que não estejam estruturados, originados de qualquer fonte e em qualquer escala. 

Não é necessário estruturar antes de armazenar, nem realizar qualquer análise prévia, ou seja, da forma como são gerados, os dados são guardados. 

A ideia básica dessa nova tecnologia não é ajustar os dados ao armazenamento, mas permitir que o Database se ajuste às informações. Desse modo, ele recebe qualquer dado que consiga agregar conhecimentos estratégicos para a empresa.

Qual é a relação entre Data Lake e Big Data?

O Big Data é uma tecnologia capaz de receber uma quantidade enorme de dados e produzir insights depois de efetuar análises a respeito dessas informações. Mas obter uma quantidade suficiente de dados que possam ser utilizados na geração de conhecimento estratégico para a empresa nem sempre é uma tarefa simples. 

Uma solução seria fazer a integração entre o Big Data e o Data Lake no varejo. Devido à elevada capacidade de armazenar dados que os “lagos” apresentam, eles poderiam oferecer informações para que os sistemas de Business Intelligence (BI) consigam obter algum valor. 

Logo, o Data Lake não é apenas uma solução inovadora para armazenar dados, mas uma tecnologia estratégica que ajuda a otimizar o nível de desempenho analítico do Big Data. 

Quais são as vantagens do Data Lake no varejo?

Vale a pena conferir quais são as principais vantagens que o Data Lake no varejo oferece:

1. Flexibilidade

Os dados são guardados no formato original. Não há configuração prévia para fazer ajustes nos sistemas existentes no varejo. Consequentemente, podemos destacar duas vantagens: 

  • não há perda de nenhuma informação que chega à empresa;
  • os dados brutos permanecem disponíveis e, caso alguma informação, hoje considerada irrelevante, venha a ser valorizada futuramente, ela poderá ser aproveitada.

2. Análise avançada

A possibilidade de acessar os dados brutos a qualquer momento proporciona aos cientistas de dados uma quantidade maior de matéria-prima para trabalhar. Lembre-se de que permanecem os elementos originais e não somente os editados. 

Os cientistas podem realizar uma análise bem mais robusta, extrair mais conhecimentos e agilizar a expansão do negócio.

3. Compartilhamento de dados

O relacionamento com o consumidor personalizado já é uma faceta muito celebrada no uso de dados. A IA (Inteligência Artificial) gera oportunidades de compreensão sobre o comportamento do público, a reorientação das atividades econômicas e a antecipação das tendências. 

Aumentando a aplicação do Data Lake no varejo além dos projetos-piloto, haverá o crescimento do self-service dos dados pelos diferentes setores da organização, o que motiva mais processos analíticos e agrega mais valor ao varejo. 

Como aplicar Data Lake no varejo?

O Data Lake é um valioso elemento da revolução digital no varejo inteligente. Porém, para a implementação desse elemento na empresa, é preciso avaliar e modificar práticas que funcionaram no passado, mas que poderão limitar o crescimento futuro da empresa. 

Geralmente, o Data Lake no varejo é estruturado de forma lenta, considerando reuniões, discussões e a busca por um produto conforme as demandas do consumidor. 

Em metodologias ágeis, grupos com várias funções se organizam para o desenvolvimento de soluções que têm como, ponto de partida, as necessidades do público. Os projetos não são formatados antecipadamente, mas à medida que são elaborados. 

A metodologia ágil é relevante no Data Lake. A partir de um mindset ágil, a integração do Lago de Dados ao sistema já existente é mais eficiente. Também é preciso considerar: 

  • a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD);
  • a oportunidade de adotar a Computação na Nuvem;
  • o estímulo ao desenvolvimento de soluções de negócios inovadoras e que usem os dados em tempo real.

O Data Lake no varejo, em conjunto com outras tecnologias de BI, é uma solução estratégica que contribui, entre outras coisas, para melhorar o relacionamento com o cliente por meio da coleta de dados que permitam um maior conhecimento sobre seu público consumidor.

A IZIO pode ajudar você nesse sentido. Ela oferece soluções que combinam marketing e tecnologia para melhorar as vendas. O CRM captura dados direto do PV. Aproveite para conhecer, detalhadamente, as soluções da IZIO, atualize-se e venda mais!

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper
Scroll to top
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Close Bitnami banner
Bitnami