fbpx
Retail Design: família feliz com criança fazendo compras em supermercado

Retail Design: transforme seu ponto de venda com o design de varejo

Um dos pontos pensados ao manter um estabelecimento é como desenvolvê-lo no dia a dia e o manter organizado. O projeto todo deve ser construído para proporcionar melhores resultados ao varejo. Nesse cenário, o Retail Design ganha destaque e deve ser considerado pelos gestores.

Ele se relaciona com a forma de organizar os espaços do varejo, com o objetivo de garantir uma melhor experiência para o consumidor. Ainda, visa apresentar mais diferenciais para engajar clientes e conseguir converter as vendas.

Quer saber como ele é feito e sua importância no varejo? Neste conteúdo, vamos esclarecer o conceito e como ele pode influenciar suas vendas. Confira!

O que é Retail Design?

O termo Retail Design pode ser traduzido como design de varejo. Ele não é desenvolvido apenas com foco decorativo, mas tem relação com diversos aspectos do negócio. Assim, deve pensar como as operações ocorrem dentro do estabelecimento e o tipo de consumidor alvo, para desenvolver o projeto corretamente para ele ter o efeito esperado.

O objetivo é conduzir o shopper em sua jornada de compra proporcionando uma experiência diferenciada. Por isso, ele engloba diversas competências, como arquitetura, marketing, design de loja, entre outras.

Em complemento, são usadas técnicas de visual merchandising, que valorizam a própria marca, os produtos e o local para estimular a compra. Novamente, a arquitetura de interiores e a comunicação visual exercem um papel essencial para obter os melhores resultados.

Como ele influencia a experiência do consumidor?

A aplicação do Retail Design no estabelecimento, influencia a experiência e fidelização do consumidor, já que foi desenvolvido pensando nisso.

Dessa maneira, as decisões sobre a organização e decoração, distribuição de prateleiras e, até mesmo, como será o processo de venda, são feitas para garantir a satisfação do usuário.

Por exemplo, a distribuição dos produtos deve seguir uma sequência lógica e que facilite o processo de decisão. Já as sinalizações e cores, permitem facilidade na identificação de setores.

Além disso, os processos de pagamento também são repensados, visando dar mais agilidade. A exemplo disso, os caixas sem atendentes para pagar com cartão de débito ou crédito, em que shopper paga suas compras de forma autônoma.

Também, há mais valorização dos sentidos dos shoppers durante a jornada de compra. Aqui, entram as estratégias de marketing sensorial, trabalhando com cores, sons, texturas, iluminação, entre outras que podem influenciar as decisões.

Todas essas práticas são pensadas para despertar emoções, que ajudam na escolha de compra inconsciente.

Como aplicar o Retail Design no seu estabelecimento?

Se você acredita que essa pode ser uma solução interessante, confira algumas dicas para aplicar o design de varejo!

Conheça o seu cliente e seus produtos

A aplicação dessa prática no estabelecimento exige, primeiramente, que você entenda o perfil do consumidor e os produtos comercializados.

Assim, você conseguirá planejar como o ambiente deve ser organizado, quais fatores devem ser valorizados pelos compradores e obter outros dados relevantes. As pesquisas de mercado e a análise de dados de compras anteriores podem ajudar nessa tarefa.

Alinhe o projeto aos valores da marca

O desenvolvimento do projeto deve ter bons elementos decorativos e de distribuição do espaço, e ainda, precisa se alinhar ao conceito e aos valores da marca.

Por isso, vale ter atenção às cores usadas, à identidade visual e alinhar isso em todos os canais de comunicação, redes sociais e outros detalhes do estabelecimento. Para não errar, vale sempre buscar profissionais especializados para desenvolver esse tipo de projeto.

Eles conhecem práticas específicas para desenvolver layouts baseados na empresa, no público-alvo e nas estratégias utilizadas nas demais operações do estabelecimento. Com isso, você consegue um melhor retorno para o investimento.

Entenda potenciais problemas e busque soluções

Para proporcionar uma experiência ainda melhor, vale pesquisar os principais problemas que surgem nos estabelecimentos e trabalhar com soluções.

As longas filas em um supermercado, por exemplo, podem ser completamente desanimadoras para o consumidor. Em outras oportunidades, ele pode escolher outro local que tenha um atendimento mais rápido.

Ainda ao se deparar com um grande período de espera, alguns clientes desistem da compra, abandonam o carrinho ou as cestinhas. Logo, vale a pena buscar sistemas que otimizem esse processo, reduzindo o tempo de fila e tornando o espaço mais agradável enquanto o cliente aguarda a sua vez.

Além disso, a falta de produtos também pode ajudar a perder clientes. Todos esses problemas, podem ser solucionados com um bom projeto de retail design. É por isso que ele não se limita a desenvolver somente a decoração. É necessário englobar diversos aspectos da operação, para dar uma experiência diferenciada ao cliente.

Gostou? Agora que você já sabe a importância do retail design como aplicá-lo no seu varejo, lembre-se de contar com uma comunicação visual adequada e estratégias de merchandising.

Se você quer aprender mais sobre esse assunto, confira nosso conteúdo com 5 dicas para vender mais com merchandising no PDV!

 

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper
Scroll to top
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Close Bitnami banner
Bitnami