fbpx
Preço psicológico: minis cubos de madeira lado a lado com ícone de carrinho de compras

Descubra estratégias de preço psicológico essenciais para varejo

Você sabe o que é o preço psicológico? Ele trata de uma estratégia que vai além dos cálculos econômicos e análises de mercado para fazer a precificação dos seus produtos. Nesse caso, ela utiliza gatilhos mentais para influenciar a percepção de valor dos produtos ou serviços pelos consumidores.

Assim, a ideia é que elas incentivem as compras, promovendo melhores resultados e a fidelização de clientes. Afinal, preços atrativos, junto a um bom atendimento e itens de qualidade, são fundamentais para se manter mais competitivo. 

Por isso mesmo, elaboramos este conteúdo explicando as principais estratégias de preço psicológicos para você aplicar em sua empresa. Acompanhe!

Ancoragem de preços

A estratégia de ancoragem de preços consiste em utilizar um produto como âncora de outro. Basicamente, você deve apresentar dois produtos semelhantes, mas que tenham custos, funcionalidades ou outros detalhes diferentes.

Nesse caso, a âncora é aquele com valor maior e deve ser um produto que, facilmente, demonstra que vale o preço indicado. Já o segundo produto é aquele que terá foco para as vendas: com um custo menor, mas funcionalidades semelhantes, ele pode parecer mais atrativo, incentivando as vendas. 

Valores quebrados

Essa é uma técnica bem conhecida quando se trata de preço psicológico. Ela consiste em reduzir alguns centavos no preço do produto, criando valores quebrados. No lugares, de valores cheios, como R$ 6 ou R$ 10, você pode usar R$ 5,97 ou R$ 9,99.

O motivo é simples: os valores que terminam em números ímpares, sem arredondamento, fazem com a percepção do cliente seja de que o preço é ainda menor. Isso porque o cérebro lê primeiro os números antes da vírgula, desconsiderando os centavos.

Em valores mais altos, como R$ 5.000,00, a estratégia de números quebrados também é válida, como R$ 4.990. A percepção do consumidor é que o total é bem mais baixo, já que a mente mantém o foco nos primeiros números, mesmo que, na prática, a diferença seja pequena. 

Regra dos 100

Ao apresentar os preços e valores de descontos, considere a regra dos 100, para entender quando informar o percentual do desconto ou o total em reais. Veja como funciona:

  • valor do produto acima de R$ 100,00  deve ter os descontos em dinheiro, indicando o montante;
  • valor do produto abaixo de R$ 100,00 deve indicar o desconto em percentual.

Por exemplo, se um produto custa R$ 20,00 e tem 10% de desconto, o total descontado será de R$ 2,00 reais. Não é tão atrativo, não é mesmo? Assim, indicar o percentual tem um impacto psicológico maior. Contudo, em um produto de R$ 150,00, os mesmos 10% significam R$ 15,00 de desconto. Um número maior, que dará mais destaque à oferta.

Parcelamento

O preço em parcelas pode ser usado para tornar compras de valores mais altos acessíveis. Imagine um produto que custa R$ 499,00, mesmo que ele seja atrativo, desembolsar um preço tão alto nem sempre é possível, o que pode afastar o consumidor.

Porém, quando a loja já anuncia o valor com as parcelas, como: 10 vezes de R$ 49,90, ele se torna mais palpável. O cuidado, nesse caso, é sempre deixar claro que se tratam de prestações, indicando a quantidade e o valor total do produto. 

Contraste visual

O contraste visual trata do uso de diferentes cores, tamanhos de fontes e estilos nos anúncios, visando atrair o olhar do consumidor. Além disso, ela deve ser usada para fazer o comparativo de preços em promoções.

Aqui, o objetivo é que o anúncio desperte a atenção do cliente que, com uma rápida olhada, deve capturar a mensagem. Assim, um preço em uma fonte grande, com um indicativo do valor antigo seguido do promocional, dão a percepção de que o desconto é realmente vantajoso. 

Motivo do desconto

Você já se perguntou por que um produto está com determinado valor? Essa é uma curiosidade comum e você pode utilizar isso na estratégia de preço psicológico em conjunto com um gatilho mental de urgência, para demonstrar que se trata de uma promoção temporária.

Assim, a finalidade é fazer com que a pessoa pense que é uma oportunidade única e ceda ao impulso de compra. No entanto, tenha cuidado ao implementar a estratégia para não adotar práticas que afastam os consumidores, como o aumento do preço nos dias anteriores para maquiar o desconto ou gatilho de “últimos dias” em uma oferta ilimitada. 

Agora que você conhece essas estratégias de preço psicológico, reavalie as práticas de precificação de produtos e criação de ofertas para otimizar os resultados da sua empresa. A aplicação dessas medidas pode ajudar a atrair mais consumidores e incentivar compras. 

Gostou? Que tal conferir mais dicas para o seu negócio? Aprenda como lidar com a concorrência no varejo!

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper
Scroll to top
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Close Bitnami banner
Bitnami