Quer garantir o êxito de seu negócio em períodos econômicos mais difíceis? Veja 8 dicas para colocar em prática e aumentar suas vendas o quanto antes!

8 dicas para aumentar as vendas no varejo em tempos de crise

As crises econômicas têm grande impacto nos resultados dos negócios. Nessa situação, ocorrem diversos problemas, como a queda nas vendas, o crescimento na inadimplência e o desequilíbrio entre custos e ganhos. Por isso, é essencial buscar soluções para aumentar as vendas no varejo.

Mesmo em situações críticas, é possível conquistar resultados melhores e elevar a segurança financeira do negócio. Além disso, é uma solução para se diferenciar no mercado e mesmo para criar oportunidades diante das dificuldades.

Quer entender como aumentar as vendas em tempos de crise? Veja 8 dicas para colocar em prática!

1. Monitore o mercado de maneira completa

Durante um período desafiador, é essencial ter o maior volume possível de informações. Por isso, é crucial que você fique de olho no mercado por completo. Isso significa monitorar as notícias, fazer projeções de cenário e acompanhar a concorrência.

Esse cuidado é fundamental para auxiliar a tomada de decisão e conseguir mais efetividade nas ações. Inclusive, é uma forma de planejar as melhores maneiras de aumentar as vendas no varejo.

2. Invista em marketing digital

Ao mesmo tempo em que há o interesse em ampliar as conversões, é preciso buscar meios de reduzir os custos, certo? Afinal, o cenário de crise exige apertar os cintos para melhorar os resultados. Pensando nisso, o ideal é investir em marketing digital.

Dessa forma, você não precisa abrir mão de manter uma boa comunicação com o público, ao mesmo tempo em que economiza. As estratégias, no geral, custam menos que o marketing tradicional e têm melhor retorno. Para aproveitar todo o potencial, o recomendado é elaborar um planejamento completo nesse sentido.

3. Priorize o atendimento

Criar uma ótima experiência faz parte do processo para aumentar as vendas. Uma das melhores formas de fazer isso é ao oferecer um atendimento de alta qualidade. Inclusive, esse é um meio de diferenciar o seu negócio e de explorar o máximo potencial.

É importante treinar o time para que o cliente tenha suas necessidades consideradas e atendidas na totalidade. Principalmente, vale investir em uma abordagem consultiva, empática e que coloque o consumidor no centro da experiência.

4. Considere usar o e-commerce

Ao mesmo tempo, vale a pena considerar as vantagens de recorrer ao e-commerce. As vendas virtuais aumentam o alcance de público e até diminuem os custos operacionais para consolidar uma venda. Em momentos de crise, é algo que faz a diferença para os resultados.

O ideal é estruturar uma atuação de e-commerce integrada à experiência física, se for o caso. Quanto mais versatilidade o cliente tiver, mais facilmente terá as necessidades atendidas.

Caso não haja a possibilidade de adaptar-se ao modelo de e-commerce, aposte nas vendas online. Aqui, vale utilizar meios de comunicação como o WhatsApp e até mesmo as redes sociais. Além disso, também é válido implementar o delivery. 

5. Reforce o valor do produto ou serviço

A busca de soluções para aumentar as vendas no varejo costuma levar à ideia de fazer promoções e baixar o preço. No entanto, essa não é a única (e nem a melhor) alternativa. Em vez disso, o ideal é reforçar o valor agregado do produto ou serviço oferecido.

A proposta é demonstrar os diferenciais da oferta e, principalmente, como ela pode ajudar. Transmitindo a mensagem correta nesse sentido, há mais chances de convencer o público.

6. Aumente a perspectiva de custo-benefício

Inclusive, é interessante atuar para ampliar o custo-benefício ligado à compra. Assim, as pessoas sentem que recebem mais pelo mesmo valor, o que permite aumentar as vendas no varejo.

Uma forma de fazer isso é ao criar uma estratégia de cashback. Basicamente, parte dos valores gastos retorna na maneira de descontos para o cliente, que tem ainda mais benefícios. 

Como ter as ferramentas certas é essencial, vale a pena usar o IZ Pay. A gestão de ofertas será simplificada e seu consumidor também poderá consultar o crédito de modo fácil – por meio da carteira digital Web ou Mobile.

7. Fidelize os clientes

Manter os compradores por perto é indispensável para aumentar as vendas e diminuir os custos de aquisição. Por isso, seu foco deve estar na fidelização de clientes, em vez de pensar apenas na conquista de novos.

Com um programa de cashback e outros recursos de fidelidade, por exemplo, as pessoas ficam interessadas em realizar novas compras. Além disso, é fundamental caprichar no atendimento e fortalecer o relacionamento. Quanto mais próximo e efetivo for o contato, maiores são as chances de retenção do consumidor.

8. Utilize um CRM

Por falar em fidelização e relacionamento, a tecnologia pode auxiliar. Nesse sentido, o melhor é implementar o uso de um CRM em sua estratégia de gestão de clientes, com foco na recorrência das compras.

Um sistema do tipo registrará informações relevantes sobre o público, permitirá a segmentação e ajudará a aumentar as vendas no varejo. Com o IZ Loyalty, por exemplo, é possível identificar clientes pelo CPF e registrar informações relevantes sobre o histórico de compra. Além de conhecer o comportamento do consumidor, há como favorecer a fidelização e o relacionamento.

Aumentar as vendas no varejo em tempos de crise é possível e só depende de bastante planejamento e do uso das soluções certas. Com essas dicas, sua empresa fugirá das dificuldades do período e terá a chance de se destacar.

Como as alternativas de tecnologia são essenciais, confira o nosso site e conheça melhor as nossas soluções!

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper
Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami