fbpx
Indicadores de varejo: imagem com mão e blocos de brinquedo de madeira com ícones de lojas

Indicadores de varejo: 6 métricas que devem ser acompanhadas

Os indicadores de varejo, também chamados de Key Performance Indicator (KPI), conseguem apresentar dados que demonstram o desempenho da empresa em diferentes setores ou estratégias. Dessa maneira, o acompanhamento das métricas tem um papel essencial na gestão do negócio.

É a partir delas que é possível identificar se os resultados estão adequados, quais são os pontos de melhoria e entender como é a performance da empresa. 

Com base nisso, a tomada de decisão se torna mais efetiva, baseada em dados e análises aprofundadas sobre o posicionamento da marca.

No entanto, para que a estratégia seja eficaz, é preciso saber quais métricas acompanhar. Conheça 6 KPIs que devem ser acompanhados no varejo!

1. Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

O CAC, um dos principais indicadores do varejo,  reflete o quanto a empresa precisa investir em marketing, vendas, tecnologia e outras áreas para conseguir atrair clientes. O cálculo é feito somando o custo total dos investimentos pelo total de clientes que foram convertidos em determinado período.

Quanto menor o CAC, maior é a margem de lucro. Uma das principais dicas para reduzir o custo de aquisição, é investir em práticas de fidelização, que têm um custo que pode ser até 25% menor que o necessário para atrair novos clientes.

2. Satisfação do cliente

Esse é um KPI no varejo mais subjetivo, mas extremamente importante. A satisfação do cliente é um dos fatores que influenciam o desempenho do varejo, já que tem relação com a aquisição e fidelização de clientes.

Consumidores insatisfeitos podem deixar de comprar e procurar outros estabelecimentos em novas oportunidades, além de prejudicar a imagem do supermercado.

A melhor forma de medir isso é pelo Net Promoter Score (NPS), em que você faz a pesquisa com clientes, pedindo notas de 0 a 10. Funciona assim:

  • de 0 a 6: clientes detratores, indica a insatisfação, com chances de fazer críticas públicas e não procurar a empresa novamente;
  • notas 6 e 7: clientes neutros, compram o necessário, mas não são leais nem defensores;
  • notas 9 e 10: clientes promotores, normalmente os fidelizados, engajados com a marca.

Para calcular o NPS, você subtrai o número de clientes detratores do total de promotores. Quanto mais baixa a nota, menor é a satisfação dos clientes, assim como as chances de receber boas indicações.

Por outro lado, um NPS mais alto mostra que há um alto volume de consumidores que promovem o negócio.

3. Índice de recompra

Uma forma de identificar como é a fidelização dos clientes é avaliar o índice de recompra, pois, ele reflete o número de clientes recorrentes relacionado ao total de compradores em um período. Por isso, é um bom indicador para entender se as práticas de retenção trazem os resultados desejados.

Ainda, pode ajudar a entender a frequência em que as novas compras acontecem, produtos mais comprados nesses casos e outros fatores que possam ser relevantes para o desenvolvimento de estratégias.

4. Ticket médio

O ticket médio reflete o valor médio das compras, mostrando quanto um cliente gasta, em média, cada vez que vai ao local.

Um indicador alto é importante para conseguir aumentar o faturamento e os lucros. Assim, acompanhar a métrica permite identificar se o desempenho atende ao esperado ou se é preciso fazer melhorias.

A partir disso, também é possível pensar em promoções e estratégias que possam aumentar o volume das compras.

5. Faturamento total

O faturamento total é um dos principais indicadores de varejo e também de outros modelos de negócio. Ele demonstra qual foi o valor obtido com as vendas em determinados períodos. O que pode ser utilizado em comparativos para entender o desempenho em diferentes épocas e a evolução.

No entanto, é importante que ele seja avaliado junto a outras métricas e comparar com dados relevantes, como planejamento das vendas, metas estipuladas, entre outros.

6. Margem de lucro

Enquanto o faturamento reflete o valor total das vendas, a margem de lucro demonstra qual foi o valor dos lucros obtidos. Ou seja, são descontados os custos do produto e despesas operacionais para entender qual foi o ganho real da empresa com as vendas.

Avaliar esse KPI permite identificar se os resultados são sustentáveis, se as margens utilizadas para calcular o preço dos produtos estão corretas e se as políticas de descontos também são adequadas.

Portanto, ele é essencial para a formação de preços e o desenvolvimento de ofertas.

Depois de conhecer os principais indicadores de varejo e a sua importância, procure boas ferramentas para auxiliar na coleta de dados e análise dos KPIs.

Para isso, conte com o IZ Loyalty, o CRM completo da IZIO desenvolvido para auxiliar o acompanhamento de métricas e outras estratégias para o varejo.

Quer saber mais sobre essa solução? Então acesse o nosso site e entenda os diferenciais que o IZ Loyalty vai proporcionar para o seu negócio!

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper
Scroll to top
HTML Snippets Powered By : XYZScripts.com
Close Bitnami banner
Bitnami