Saiba o que é o ticket médio e fique por dentro de 5 dicas imperdíveis para que você aumente este indicador em seu negócio de varejo!

Como aumentar o ticket médio no varejo? 5 dicas infalíveis

O ticket médio é um dos indicadores de vendas mais importantes para o varejo. Ele consiste na divisão entre o faturamento do período e o total dos clientes e representa uma média dos pedidos. Elevar esse indicador, por sua vez, significa ampliar a possibilidade de ganhos e até a lucratividade do negócio. Por isso, é essencial saber como aumentar o ticket médio.

Para ter sucesso desse jeito no varejo, algumas técnicas se mostram especialmente úteis. Assim, você vai conseguir potencializar suas iniciativas e até aumentar o seu nível de competitividade.

A seguir, veja quais são as 5 dicas imperdíveis de como aumentar o ticket médio no varejo!

1. Monitore o comportamento de compra

Conhecer bem o seu público é indispensável sempre que o objetivo é melhorar o desempenho comercial. Como o objetivo é obter compras maiores, você precisa explorar o perfil de compra para saber quais são as necessidades e onde estão as oportunidades.

Pense, por exemplo, em um público muito sensível ao preço e que, portanto, costuma se render a uma promoção. Fazer uma oferta do tipo “leve 2 pelo preço de 1” ou “compre 3 peças e leve de graça a de menor valor” ressoa bem com esse público.

Também é interessante conhecer as motivações, as necessidades e até os problemas e as dores enfrentadas. Imagine uma pessoa que não conhece sobre o assunto e decide comprar um tênis esportivo. É provável que ela também precise de uma meia adequada ou de outros acessórios e protetores. A oferta dos itens corretos, portanto, é essencial na tarefa de como aumentar o ticket médio.

2. Pratique cross-selling e upselling

Inclusive, essa estratégia de conhecer o público pode ser aprofundada por iniciativas de cross-selling e upselling. O primeiro caso consiste em oferecer produtos complementares ou ofertas extras para que o pedido se torne ainda mais completo.

Pense em alguém em uma loja de roupas que gosta muito de uma calça e decide comprá-la. Como ela é parte de um conjunto, o vendedor pode oferecer levar as duas peças e fazer uma produção completa. Em outro exemplo, a pessoa que compra pratos e talheres para uma festa pode ser incentivada a levar copos descartáveis também.

Já o up-selling envolve a aquisição de um produto ou a contratação de um serviço superior em qualidade e valor. Se alguém vai a um empório comprar um vinho, pode receber uma indicação de um rótulo internacional, mais caro e mais adequado à expectativa de quem vai consumir.

3. Invista na comunicação e no relacionamento

Para convencer o seu cliente a gastar mais, é preciso dar algo em troca. Um dos jeitos de fazer isso é por meio da construção de um relacionamento com os consumidores. Isso cria a ideia de confiança e faz com que o público se sinta propenso a realizar um pedido maior.

Para chegar a esse resultado, o truque é investir na comunicação — inclusive, de maneira personalizada. Por meio do registro de dados no CRM, por exemplo, fica ainda mais fácil chegar a bons resultados.

Sabendo que uma pessoa compra certos itens todos os meses, é possível mandar uma mensagem em uma data próxima, informando sobre uma promoção específica. Também há como oferecer cupons de desconto para segmentos do público, inclusive como incentivo para que as pessoas comprem mais — de modo personalizado.

4. Organize corretamente os produtos no PDV

A disposição dos itens no ponto de vendas tem grande impacto nas compras, afinal . Já que o objetivo é saber como aumentar o ticket médio, deixe os produtos mais caros em evidência.

Priorize linhas premium nas prateleiras e valorize as promoções dos itens mais caros. Isso poderá causar um impacto visual e gerar o desejo da compra, ainda que por impulso.

Também é interessante pensar em estratégias de merchandising e trade marketing. É o caso de posicionar itens complementares juntos, até mesmo para criar uma experiência diferenciada. Isso é muito usado em supermercados. É por esse motivo que os cortes de churrasco costumam ficar perto do sal grosso e do carvão, por exemplo.

5. Crie um programa de fidelidade

Clientes fiéis costumam gastar mais — especialmente porque já existe uma relação de confiança e de satisfação. Para favorecer as compras recorrentes, portanto, é interessante elaborar um programa de fidelidade.

Uma boa alternativa consiste em investir no cashback. Nessa modalidade, os clientes recebem parte do valor das compras em crédito para que usem em outros pedidos. Com isso, estimula-se a recorrência e o aumento do ticket médio.

A tecnologia é indispensável nesse processo e a IZIO pode ajudar. Com o IZ Loyalty você tem um CRM exclusivo para o varejo e que coleta dos dados já no PDV. Além disso, com ele, há a possibilidade de criar programas de cashback, com cadastro de CPF e gestão completa das oferta.

Saber como aumentar o ticket médio no varejo faz toda a diferença para os seus resultados. Com essas técnicas, você irá reforçar o desempenho do seu negócio e aumentar o faturamento geral.

Já que a tecnologia pode ajudar, entre em contato com a IZIO ou acesse o site para conhecer as nossas soluções!

IZIO

View posts by IZIO
A IZIO é uma empresa especialista em tornar o #varejointeligente, usando #cashback e #crm para administrar o #loyalty. Conectamos as marcas, o varejo, a indústria com o #shopper
Scroll to top
Close Bitnami banner
Bitnami